Tutorial – Log de Excepções ELMAH (Parte 2)

Marcas Technorati: ,,

Mudámos de casa – visitem o novo site em www.istomesmo.com

image Na primeira parte deste tutorial vimos como configurar o ELMAH com as definições por omissão, guardando as excepções na memória volátil.

Neste tutorial vamos continuar com as outra formas de Logging (XML, SQLite e SQL Server).

Para alterarmos o provider de logging, temos de alterar uma propriedade na configuração da secção elmah no web.config.

 

image

No tutorial anterior, não necessitamos de definir esta secção, pois por omissão, o log de excepções é guardado automaticamente na memória, até um máximo de 15 excepções.
No código anterior, aumentámos esse valor para 100.

XML

Para guardarmos as excepções em ficheiros xml, para que estas possam sobreviver a restarts da aplicação, basta alterar a configuração anterior para:

image

Desta forma as excepções são assim guardadas em ficheiros xml na pasta “~/Log/Exceptions“, uma por ficheiro.

image

SQL SERVER

A minha forma preferida de guardar as excepções ocorridas é numa base de dados em SQL Server, para que possa ser consultada a qualquer altura.

Para isso necessitamos de uma base de dados configurada para o elmah. Para isso, existe um script no ficheiro zip que efectuámos download do site do elmah. O ficheiro encontra-se na pasta “src\Elmah” com o nome de Database.sql

Criamos uma base de dados, e executamos o script sql Database.sql. No final deveremos ter uma tabela como a seguinte:

image

Agora vamos adicionar a ConnectionString da Base de dados ao web.config, para depois podermos colocar o elmah a guardar as excepções na base de dados que acabámos de criar.

No final devemos ter algo do género:

image

A partir deste momento, todas as excepções são guardadas na base de dados criada, mas todo o funcionamento do elmah se mantém igual.

image

image

Na página da lista de excepções podemos ver:

A feed RSS

image

O RSS Digest

image

DOWNLOAD LOG (CSV)

image

Como podem ver pelos screenshots anteriores, temos várias formas de aceder à lista de excepções, podemos inclusive subscrever a feed RSS e receber automaticamente as excepções no nosso leitor de feeds preferido.

https://istomesmo.wordpress.com/2007/02/07/hello-world/

Na parte 3 do tutorial vamos falar das notificações por email, para sermos notificados sempre que ocorra uma excepção inesperada, e vamos aprender também como gerar mensagens a partir do nosso código, para serem capturadas pelo ELMAH.

🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: